Pesquisas


DOUTORADO


PEDAGOGIA GRIÔ E VIVÊNCIAS FORMATIVAS: OS MODOS DE SER DO PROFESSOR NA COMUNIDADE QUILOMBOLA REMANSO/BA
Responsável: Luciana de Araújo Pereira
Período: 2017-2021
Ementa: Objetiva compreender como as vivências formativas instituídas pela Pedagogia Griô permeiam os modos de ser professor na comunidade quilombola Remanso/BA. Pesquisa qualitativa, adota como dispositivos de pesquisa entrevista narrativa, observação etnográfica e rodas de conversa. Realiza-se na escola municipal da comunidade quilombola Remanso/BA.


GÊNERO E SEXUALIDADE NAS ESCOLAS MULTISSERIADAS
Responsável: Charles Maycon de Almeida Mota
Período: 2018-2022
Ementa: Objetiva compreender quais sentidos os professores da Educação Básica das escolas rurais produzem a partir de experiências com a diversidade de gênero e sexualidade nas escolas rurais de Várzea do Poço-BA e como estas podem constituir-se em prática de autobioformação. É uma pesquisa qualitativa com fundamentos na hermenêutica fenomenológica calcada na vertente compreensiva-interpretativa e está ancorada na abordagem (auto)biográfica. Serão utilizados como dispositivos da pesquisa a entrevista narrativa e grupo de discussão.


SER PROFESSOR GAY NA EDUCAÇÃO BÁSICA
Responsável: Juliane Costa Silva
Período: 2018-2022
Ementa: Este estudo visa compreender, a partir das histórias de vida e profissão de professores gays, da cidade de Alagoinhas/BA, como eles representam e significam os seus saberes e fazeres da docência ao longo do seus processos de formação e atuação na educação básica. Para tal, fazemos uso da metodologia de pesquisa qualitativa a partir dos estudos da História Oral, utilizando como dispositivo para coletas de dados: As histórias orais de vida e profissão, documentos pessoais e profissionais e as filmagens.


PEDAGOGIAS DECOLONIAIS: “CHEGOU A VEZ DE OUVIR AS MARIAS, MAHINS, MARIELLES, MALÊS”.
Responsável: JOANA MARIA LEÔNCIO NÚÑEZ.
Período: 2019-2023.
Ementa: Esta investigação propõe compreender as práticas pedagógicas e processos formativos de professoras negras ativistas da Movimento de Mulheres Negras da Bahia que atuam na escola básica, buscando refletir e analisar como professoras negras, atravessadas por diferentes desigualdades, criam formas de enfrentar epistemologicamente, metodologicamente e politicamente as opressões racistas, sexistas, heteronormativas, entre outras e que recursos pedagógicos empregam em atuação na educação básica.


DE(S)VIADOS A (TRANS)VIADOS: NARRATIVAS, IDENTIDADES E RE[(E)X]SISTÊNCIAS DE PROFESSORES NA EDUCAÇÃO BÁSICA
Responsável: Janivaldo Pacheco Cordeiro
Período: 2019 – 2023
Ementa: Compreender as imagensnarrativas de professores/as transviados/as no cotidiano escolar a partir da produção de suas identidades. Trata-se de uma pesquisa qualitativa de abordagem (auto)biográfica a ser desenvolvida na Educação Profissional Técnica.


APRENDIZAGENS DOCENTES NA EDUCAÇÃO BÁSICA: TRAJETÓRIAS DE FORMAÇÃO INICIAL DE LICENCIANDOS EM QUÍMICA.
Responsável: Dulcinéia da Silva Adorni
Período: 2019 a 2023
Ementa: Compreender os sentidos da profissão docente construídos pelos licenciandos em Química durante a trajetória de formação inicial. Pesquisa qualitativa desenvolvida através de ateliê biográficos com os estudantes da UESB.


PROFESSOR(A) GESTOR(A) NA EDUCAÇÃO BÁSICA: PRÁTICAS PEDAGÓGICAS EM CONTEXTOS DE DIVERSIDADE
Responsável: Leandro Gileno Militão Nascimento
Período: 2020 – 2024
Ementa: Compreender as práticas pedagógicas do(a) professor(a) gestor(a) frente aos contextos de diversidade no cotidiano escolar. O estudo ancora-se na Pesquisa Qualitativa a partir do uso do dispositivo de ação-formação da Documentação Narrativa de Experiência Pedagógica desenvolvido com professores gestores da Educação Básica do município de Salvador.







© Copyright 2000-2020 Grupo de Pesquisa Docência, Narrativas e Diversidade na Educação Básica - DIVERSO.